Seguidores

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Tarte de maçã - Paleo

Tarte de maçã - Paleo

A pimpolha mais velha queria tarte de maçã, e eu fiz… uma versão mais saudável e igualmente deliciosa.
E na mesa de natal vai ficar a matar, e a perfumar com o cheiro delicioso a canela e maçã.








Ingredientes:
Massa:
110gr de óleo de coco
150gr de amêndoas sem pele ou caju
70gr de farinha de coco
60gr de farinha de araruta ou polvilho doce
40gr de açúcar de coco
2 ovos


Recheio:
600g de maçã + 2 a 3 maçãs fatiadas para decorar, depende do tamanho.
80gr de mel
50gr de água
60gr de farinha de araruta ou polvilho doce
1 ovo grande
Canela para polvilhar

1 forma tamanho 26.

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º

Preparação massa:
No copo limpo e seco coloque as amêndoas e pulverize 5seg/vel10, baixe com a ajuda da espátula os resíduos da parede do copo.
Junte os restantes ingredientes da base e envolva 15seg/vel4.
Coloque a massa dentro de duas folhas de papel vegetal e estenda com o rolo da massa e forre uma tarteira de fundo amovível, com um garfo pique a massa 



e leve ao forno 10 minutos.


Preparação recheio:
Recheio: coloque 600g de maçã sem casca e a água e programe, 15min/100º/vel1. Triture 40 seg/vel7. Deixe arrefecer até aos 50º, junte o açúcar, a farinha, o ovo e misture 30seg/vel5.

Coloque o recheio na tarteira, 


cubra com maçã fatiada,

polvilhe canela e leve ao forno por 25 minutos a 180º.

E já esta uma deliciosa tarde para adoçar a sua mesa de natal.

Pudim flan de vinho doce.


Pudim  flan de vinho doce.

Como devem saber ando em experiências com a nova maquina a Fussioncook.

E muitas têm perguntado quem é esta nova companhia da bimby. Então aqui vai, esta fussioncook, não é nada mais, nem nada menos que uma panela elétrica.
Mas a bimby também o é, certo. Mas esta menina não substitui a bimby, esta menina é um complemento a bimby, esta apesar de estar na categoria dos robots de cozinha, ela não pica, não bate bolos, não amassa pães, não pulveriza farinhas, não coze a vapor grandes quantidades, não tritura… ou seja não tem lâmina. Ela somente coze a pressão, se quisermos ou não, faz slowcook, cozedura lenta,  Guisa, fermenta os iogurtes/Iogurteira, lêveda e coze pão, coze bolos, faz de forno, sobremesas apenas as cozinha, tipo pudins, faz de frigideira/fritar e é mais conhecida digamos por ser uma panela de pressão, só que elétrica.
Deixa definir texturas consoante o ingrediente ou gosto pessoal, mais cozinhado ou menos cozinhado. Tem menu al gusto: permite usar temperaturas entre os 30 e 170 graus permitindo trabalhar com válvula Alberta ou fechada (consoante queremos pressão ou não).
Espero ter ajudado nas dúvidas.
Esta receita de pudim é do livro de receitas que vem com a máquina, o único senão é que vem tudo em espanhol, eu só alterei um pouco as quantidades porque queria um pudim maior, para hoje levar para um almoço de amigos.
E como disse que a bimby e a fussion são a parceria perfeita aqui fica a receita.





Ingredientes:
6 ovos
200gr de açúcar
150gr de vinho doce, usei favaios (vinho moscatel)
520gr de leite
Caramelo líquido para barrar a forma.

Preparação:
Barre uma forma de pudim com caramelo e reserve.
Coloque todos os ingredientes no copo da bimby e programe 1minuto velocidade 3.
Verta para a forma.
Para cozinhar na fussion:
Coloque 2 copos medida de água na cuba, coloque a forma dentro da cuba, verta cuidadosamente o pudim, feche a tampa da forma do pudim. Feche a fussion.
Selecione  o menu Postres (sobremesas) a válvula deve estar fechada, aumenta o tempo para 20 minutos e clica em iniciar. Quando terminar deixe a fussion libertar o vapor de forma natural, isto pode demorar cerca de 10 a 20 minutos. Como sabe que ela já perdeu o vapor e pode abrir, quando o botãozinho pequeno em cima da tampa estiver para baixo, ai e só rodar a tampa da fussion e abrir. Deixe arrefecer, retire o pudim e leve ao frio 3 a 5 horas antes de desenformar.

Como o cozinhar na bimby:
 Coloque a forma dentro da varoma e feche, coloque 1 litro de água no copo e feche, sobreponha a varoma e programe 50 minutos, temperatura varoma, velocidade 2. Retire da varoma, deixe arrefecer e leve ao frio 3 a 5 horas antes de desenformar.
Para cozinhar no forno: coloque a forma em banho maria e leve ao forno pré- aquecido a 180º por cerca de 40 minutos, ou até o palito sair seco.
Espero que gostem
Mais sobre a fussion aqui:

Rissóis de pescada

Rissóis de pescada

Rissóis de peixe, são os meus preferidos, com um arroz de tomate malandrinho, sabe tão bem.
Esta receita rende bastantes, mas eu quando faço, é para fazer mesmo… e como duram meses congelados, fica o trabalho rentabilizado num só dia. Mas se quiser pode fazer apenas metade da receita. Os tempos mantem-se e as velocidades também



Ingredientes:

Massa (para esta quantidade de recheio fiz a massa 4 vezes, uma de cada vez, para a farinha ficar bem cozinhada), e a massa estica melhor morninha.
Rendeu 72 unidades (6 dúzias) , vai depender do tamanho que os faça

250 g farinha
320 g água
30 g margarina
30gr de azeite
1 sal
azeite, q.b.

Recheio:

500g de lombos de pescada cozidos e separados em lascas (ver como cozer na bimby na preparação)
1500 g  de leite
120 g maizena
1 saqueta de creme de marisco “sopa de marisco Knorr”
sal, q.b.
pimenta, q.b.
6 pés de salsa, picada
150g de cebola
50gr de azeite
1 dente de alho
4 ovo, p/ panar
pão ralado, q.b. p/ panar
óleo, q.b. p/ fritar

Atenção faça a massa depois do recheio estar frio, a massa estica-se muito bem quente/morna, depois de fria torna o processo mais demorado. Por isso faça uma massa e depois quando estiver a acabar faça outra.

Preparação massa:
Coloque um recipiente sobre a tampa da Bimby, pese a farinha e reserve.
Coloque no copo a água, a margarina, o azeite e o sal e aqueça 5 min/100°C/vel 1.
Adicione a farinha de uma só vez e programe 20 seg/vel 4. Retire, reserve e deixe arrefecer uns minutos


Recheio:
Para cozer a pescada na bimby, coloque uma folha de papel vegetal na varoma e coloque a pescada, tempere com sal e reserve. Pode colocar 600gr de água no copo e programar 25min/temp varoma/vel2 ou pode rentabilizar e faz um creme de legumes em baixo enquanto coze a pescada em cima.

Coloque no copo a cebola e os alhos e pique 5seg/vel5, junte o azeite e refogue 7min/100º/vel2, junte 500gr de leite,  e triture 1 minuto vel5/7, , junte o restante leite, a farinha maizena, a sopa de marisco, o Sal, a pimenta e cozinhe 12 min/90°C/vel 3. (se achar que esta muito liquido deixe cozinhar mais uns minutos à mesma temperatura e velocidade, se achar que esta muito espesso junte mais leite e misture 15seg/vel4).

Retire o creme, envolva a salsa e a pescada já em lascas e deixe arrefecer antes de começar a rechear
Numa superfície untada e com ajuda de um rolo, estenda a massa, recheie com o recheio de pescada e feche. Envolva os rissóis em ovo batido, e passe-os no pão ralado. Frite em óleo abundante.

Ou congele.





Sopa de marisco.


Hambúrgueres de Salmão - Paleo

Hambúrgueres de Salmão.

Quando pensamos em hambúrgueres, pensamos em carninha… mas podemos sempre variar um pouco e recriar uma nova versão de hambúrgueres.

Esta receita não é minha, é da coleção “Amigos do pão” do portal cookidoo, peguei nela, assim como na receita dos espinafres com cogumelos, para mostrar que quem investiu no cookidoo e não o esta a usar, esta a “perder” dinheiro e tempo, porque apesar de ter uma alimentação mais saudável, não significa que o cookidoo passe a ficar de lado, afinal a ideia destas Chave é ajudar a poupar tempo e a termos novos pratos na nossa mesa.

As vezes as receitas só precisam de uns acertos, pequenos acertos, nesta aqui somente troquei o pão pela aveia, a batata normal pela batata-doce, aumentei um pouco as quantidades porque aqui somos muitos, mas podem seguir a receita a risca.

Se por ai são só uma ou duas pessoas, não faz mal, antes de levar ao forno estes hambúrgueres, congele. Quando quiser é só descongelar e colocar no forno.






Rendeu 10 unidades.


Se quiser fazer o mesmo pão que esta na imagem, aqui esta a receita: https://bimbytruquesdicas.blogspot.pt/2017/12/oopsies-pao-sem-hidratos-de-carbono.html

Ingredientes:
60gr de aveia
10gr de salsa
800gr de água
600gr de batata doce
1 Colher de chá de sal
Pimenta q.b
Sumo de ½ limão
450 gr de lombos de salmão sem espinhas nem pele

Preparação:
Coloque a aveia e a salsa no copo e pique 10seg/vel9, retire e reserve

Coloque no copo a água, e feche. (pode aproveitar para fazer uma sopa ao mesmo tempo).

Coloque a varoma sobre o copo e coloque as batatas cortadas em cubos pequenos, deixe uns buraquinhos destapados para o vapor circular. Coloque o tabuleiro da varoma, cubra com uma folha de papel vegetal e disponha o salmão, tempere com sal, pimenta e o sumo de limão. Feche a varoma e programe 30min/temp. varoma/vel 2.

No copo limpo coloque as batatas e o salmão e envolva 5seg/vel4, abra e mexa com a espátula e envolva novamente 5seg/vel4.

Retire e deixe arrefecer um pouco para não se queimar a moldar os hambúrgueres, quanto mais frio estiver mais fácil de moldar é. (eu deixei no frio de um dia para o outro e só depois moldei).

Faça bolas, passe no “pão” ralado feito com a aveia e com a salsa.
Espalme com as mãos até formarem hambúrgueres.

Pré- aqueça o forno a 180º.

Forre o tabuleiro com papel vegetal, coloque os hambúrgueres, regue com um fio de azeite e leve ao forno cerca de 15/20 minutos ou até dourar.

Sirva com salada, ou assim num pão opsie.

Receita adaptada do cokidoo.

https://cookidoo.pt/vorwerkWebapp/app#/recipe/8834455716470

Oopsies… pão sem hidratos de carbono.

Oopsies… pão sem hidratos de carbono.

Esta receita já esta mais que conhecida, testada e aprovada pela grande maioria de vós, de quem é a receita original, não faço ideia, mas gostava de lhe perguntar o porque do nome, porque dá ideia que foi algo do tipo oopsie que isto não vai ficar nada de jeito…. E afinal é o substituído do pão mais conhecido de sempre.

Cá casa por incrível que pareça nunca tinha feito, e decidi experimentar, e correu bem, não renderam 12 como a maioria das receitas dizem que rende… Ou os meus saíram maiores que o normal, pois queria fazer substituir o pão de hambúrguer.

Resultado é ótimo são muito versáteis, e já tenho mil ideias onde podemos usar estes leves e fofos pãezinhos.

Uma dica, só coloque o recheio quando for efectivamente comer, pois como eles são muito leves e fofos, e não levam farinha, absorvem a humidade dos recheios e ficam moles, perdendo a piada ao trincar.





Ingredientes:

3 Ovos
90 g queijo creme, queijo quark ou iogurte grego.
1 pitada Sal
Sementes de sésamo q.b. para polvilhar (opcional)

Preparação:
Separe as gemas das claras.
No copo da bimby bem limpo e seco coloque a borboleta, junte as claras, uma pitada de sal e bata 4 min/vel3, sem o copinho medida no bucal, para as claras ganharem ar. Retire as claras e reserve.

Sem limpar o copo coloque o queijo, as gemas, sal e bata 10 seg/vel3. 
Retire e junte as claras, envolva muito cuidadosamente o queijo nas claras de forma a não perderem muito ar.

Num tabuleiro, coloque uma folha de papel vegetal, deite pedaços da massa com uma colher;
Espalhar as sementes de sésamo por cima;




Levar ao forno a 160 graus durante entre 25 a 30 minutos ou até ficar dourado. Deixe arrefecer um pouco dentro do forno antes de o abrir.

Esta receita pode dobrar ou triplicar na bimby que cabe bem.


sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Bacalhau gratinado com cenoura, espinafres e grão.


Bacalhau gratinado com cenoura, espinafres e grão.

Uma alternativa ao tão famoso bacalhau com batata- palha, outra alternativa é colocar batata-doce, partida em cubos pequenos e cozer a vapor.







6 doses.

Ingredientes
80g Broa (partida em pedaços)
65g Azeite
300g Cebola (cortada em metades)
2 dentes Alho
200g Cenoura (cortada em pedaços)
400g Espinafre (descongelados)
500g Bacalhau (demolhado e desfiado)
800gr de gão cozido
800g Leite
80g Farinha
30g Manteiga
2 colher de chá (raza) Sal
1 pitada Pimenta
1 pitada Nóz Moscada


Preparação:
Coloque no copo a broa e 15 g de azeite e rale 15 seg/vel 10. Retire e reserve.
Coloque no copo a cebola, o alho e a cenoura e pique 8 seg/vel 5. Baixe com a ajuda da espátula o que ficou na parede do copo.

Adicione o azeite e refogue 7 min/100°C/vel 1.
Coloque o cesto no copo com os espinafres, na parte de baixo da varoma coloque o bacalhau e no tabuleiro o grão e programe 20 min/Varoma/vel 1.

Num tabuleiro coloque o grão, junte os espinafres e o refogado, envolva.
Pré-aqueça o forno a 200°C.

Coloque no copo o bacalhau e desfie 3 seg/velocidade 4 Inversa. Retire para o tabuleiro e envolva com a ajuda da espátula.

Coloque no copo o leite, a farinha, a manteiga, 1 c. de chá de sal, a pimenta e a noz-moscada e programe 8 min/90°C/vel 4. Adicione ao bacalhau reservado.
Cubra com a broa ralada reservada e leve ao forno a 200°C cerca de 20 minutos ou até gratinar.

Sirva quente com uma salada.


Caso queira pode congelar antes de levar ao forno, foi o que fiz, dividi em 2 doses congelei para mais tarde ter 1 refeição prontas a colocar no forno.

Cogumelos estufados com bacon, espinafres e ovo escalfado - Paleo


Cogumelos estufados com bacon, espinafres e ovo escalfado -  Paleo

Quase uma espécie de sopa rica e saborosa.
Cheira tão... mas tão bem.. e está delicioso, que não resisti a provar.
Em 15 minutos temos uma refeição para 4 feita, melhor que isto impossível.
Tempo não é desculpa.



Ovo escalfado na perfeição



Ingredientes:
30gr de azeite extra virgem
4 ovos
Sal q.b
Pimenta q.b
200gr de cebola
3 dentes de alho
200gr de bacon ou presunto as tiras
1 colher de sopa de tomilho
700gr de espinafres descongelados
350gr de cogumelos frescos laminados

Preparação:
Forre o copo medida com película aderente, pincele com azeite, abra um ovo para dentro do copo, tempere com sal e pimenta e feche num embrulho. Coloque-o na varoma, faça para os restantes ovos o mesmo e reserve.

Descongele os espinafres e esprema bem a água deles.

Coloque no copo a cebola, os alhos e o azeite e pique 5seg/vel5, refogue 5 min/120º/vel 1. ( na tm31 use a temperatura varoma).

Junte o bacon, os espinafres, os cogumelos, o tomilho, sal, pimenta. Feche o copo, coloque a varoma e cozinhe 12 min/Varoma/velocidade colher inversa.

Retire e distribui por pratos, com cuidado para não se queimar, corte os esmbrulhos com os ovos e distribua 1 por cada prato. Sirva quente.

Muito fácil e muito boa.

Receita  adaptada daqui: