Seguidores

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Bolachinhas bebé – paleo

Bolachinhas bebé – paleo.

A partir dos 10 meses
(ou de acordo com as indicações do seu pediatra)

Não é fácil encontra opções saudáveis para bolachas, ainda para mais, sem glúten e sem lactose e sem açúcares, e fáceis de fazer… pois estas são bastante simples.

Apesar de o arroz estar numa zona cinzenta no paleo, descompliquei.

Quanto a introdução dos frutos secos, como nozes, amêndoas, avelãs, cajus…  é um tema controverso… sempre ouvi dizer que não deveria ser oferecido aos bebés antes dos 24 meses, devido as alergias e não deve ser dado as crianças antes dos três/quatro anos, pois as mesmas ainda não mastigam bem, como tal, é possível que alguns pedaços mais pequenos de frutos secos possam alojar-se acidentalmente nos seus brônquios ou pulmões ou mesmo provocar o engasgamento, entre outros.
Mas quando me pus a pesquisar sobre alimentação alternativa, sem glúten, paleo, são diversos os blogues que tem receitas para a pequenada com farinhas alternativas, como as dos frutos secos, são varias as mães que dão aos bebés a partir dos 6 meses… A minha primeira reação, foi “que gente doida e se o bebé for alérgico?”. O mesmo que devem estar a pensar agora que viram as minhas bolachas, ou não.

Depois dessa minha reação inicial, fui ler mais sobre o assunto, falei com a minha médica de família, com a enfermeira no centro de saúde e com a pediatra dos pequenos, e fiquei mas sossegada… Ambas disseram que se não existe a família casos de alergias aos frutos secos, e que sendo em farinha e somente em farinha (bem triturados), que poderia usar fara fazer bolos e bolachas, pães… Mas para oferecer somente a partir dos 10 meses, e um fruto seco a cada 15 dias.

Estas como levam ovo, só lhes dei agora que também já introduziu o ovo na sua alimentação.

E assim hoje fiz a minha primeira experiencia e correu bem, por isso partilho convosco.

Não esfarelam, não há perigo de se engasgarem, podem fazer no formato redondo ou mais alongado para o bebé pegar melhor.








Estes carimbos comprei no pingo doce o ano passado, não sei se ainda existe a venda.
Rende cerca de 20/25 unidades, dependendo do tamanho.

Ingredientes:
100gr de tâmaras sem caroço e sem aditivos
230gr de farinha de arroz (a bimby faz)
100gr de farinha de caju (a bimby faz)
30gr de óleo de coco
2 ovos M


Preparação:
Caso não tenha as farinhas já feitas, aproveite o copo limpo e seco para fazer primeiro as farinhas.
Coloque no copo bem limpo e seco 230gr de arroz e pulverize 1mint/vel9.
Dependendo da qualidade e marca de arroz pode ser necessário peneirar. Passe a farinha por uma peneira e descarte os resíduos se houver.

Coloque no copo bem limpo e seco 100gr de caju sem pele e
 pulverize 5 seg/vel 9, retire e reserve.

Coloque no copo as tâmaras e pique 20seg/vel9, com a ajuda da espátula baixe o que ficou nas paredes do copo e descole do fundo, junte o óleo de coco, os ovos, as farinhas e mexa 30seg/vel4. Retire do copo, faça uma bola.



Pré-aqueça o forno a 180º
Forre um tabuleiro com papel vegetal.
Com as mãos “barradas” em óleo de coco retire pequenos pedaços e forme bolas, disponha no tabuleiro afastadas umas das outras.


Com as mãos espalme um pouco.



Caso tenha um carimbo como este, o mesmo deve ser molhado em água a cada utilização, ou seja molha, coloca sobre a bolacha e espalma, retira, passa na água e coloca sobre outra bolacha e assim até acabarem as bolachas.





Caso não tenha carimbo e queira espalmar direitinhas, pode fazer o mesmo usando a parte de trás de um copo.

Baixe o forno para 160º e coza as bolachas cerca de 20 minutos, o tempo pode variar de forno para forno. Vá vigiando, quando as mesmas ficarem douradas, retire e transfira para uma grelha para arrefecerem. Guarde numa caixa hermética de forma a ficarem secas e estaladiças por mais tempo.

Espero que gostem e espero pelo vosso feedback…
E sim… já tenho em mente umas sem frutos secos e sem ovo….

As ideias são como as cerejas…. Estou a escrever esta e já outra hipótese esta a fervilhar…

sábado, 13 de janeiro de 2018

Ementa semanal de 15 a 21 de Janeiro

Aqui vai mais uma semaninha com a ementa completa, esta mais saudável, mesmo nas sopas quentinhas.

E como não consigo fazer mais do que uma ementa, esta inclui a opção paleo, quando é necessária.
E quando é aplicada aos dois, não torça o nariz, experimente, afinal ser paleo não é ser um bicho estranho, nem comer coisas estranhas, é comer melhor, comer mais saudável só isso.

Atenção isto é uma ementa, a minha ementa cá de casa, não sou nutricionista nem médica, nem nada que se pareça.

Eu relação a alimentação paleo, o que resulta comigo, pode não ser o que resulta consigo.
Testem o vosso corpo e vejam ao que reage e como reage.

Redom = restos de ontem ;)

para descarregar e modificar a mesma ementa para o seu PC, clique neste link abaixo.

https://cloudup.com/cGTHs3XK7Ip

Quando clica aparece assim, e depois têm de clicar em download para baixar para o pc o ficheiro em excel






Receitas aqui nos links:

Pequeno-almoço:
Pão de sementes paleo:

Papas de aveia e pera:

Sopas:
Sopa de espinafres s/batata:

Creme de coentros:

Sopa de peixe:

Pratos principais:
Carbonara:

Ovos escalfados com espinafres e batata-doce:

Pescada gratinada:

Crepes recheados com carne:

Peito de frango enrolado em presunto com molho de caju:

Rolo de carne recheado com “arroz” de brócolos:

Bacalhau cozido a vapor com legumes e batata-doce:
Nesta receita, basta trocar a pescada pelo bacalhau, e a batata normal pela doce, ou colocar mais legumes.


Ovos escalfados com espinafres e batata-doce - paleo

Ovos escalfados com espinafres e batata-doce.

Comida de conforto, é o que chamo aos pratos de forno e esta deliciosa opção vegetariana, é isso mesmo, confortante e deliciosa.
Experimente e dê-me o feedback.
Caso queira low-carb, substitua a batata-doce por curgete e tire 5 minutos ao tempo de cozinhar na bimby.





Rende 3 a 4 doses
Ingredientes:

180gr de cebola
4 dentes de alho
30gr de azeite
1 c.chá de colorau/pimentão doce
1 c.chá de coentros em pó
1c.chá de sal
½ c.chá de pimenta (ou ao seu gosto)
650gr de batata- doce corta aos cubos, eu usei metade amarela e metade branca
130gr de água
6/8 ovos
280gr de espinafres congelados (descongele para usar)
(os espinafres congelados ocupam menos espaço no copo)
400gr de tomate fesco ou enlatado (veja os ingredientes)


Preparação:
Coloque no copo a cebola e os dentes de alho e pique 5seg/vel5, junte o azeite, os coentros, o colorau, o sal e a pimenta e refogue 5 min/120º/vel1 (na tm31 use a temperatura varoma)
Junte o tomate, os espinafres descongelados e bem espremidos, a água, a batata e cozinhe 17 min/100º/vel. Colher inversa.
Pré-aqueça o forno a 200º
Coloque num tabuleiro para ir ao forno. Abra seis buracos e coloque os ovos, tempere com sal e pimenta e leve ao forno cerca de 12 minutos.
Depois é só saborear.


quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Pudim de Laranja S/lactose e S/glúten

Pudim de Laranja sem lactose

Nunca pensei que este pudim pudesse ser tão bom e tão suave, quase, e digo quase porque não é de todo, que se parece com o pudim abade de priscos, na textura e não no sabor.

E para quem não pode ou não quer consumir leite, este é mesmo o pudim a fazer.

Super simples, económico e rápido. E aposto que vai surpreender ai em casa.

De quem é esta receita… ora… no livro 30.trinta.30 da bimby esta lá está receita, mas depois encontra na net a mesma datada de 2012 na qual a autora é uma tal Clau, e depois na revista Cláudia de 2008 também vem a mesma receita, com mais ovos, menos sumo…. Mas vai dar ao mesmo…Quem é a autora verdadeiramente eu não sei, e se lhe devia dar os créditos, claro que sim, assim como quem copia ou adapta deveria fazer… mas eu não o faço porque não sei a quem, mas se me estiver a ler e souber, basta avisar que eu venho cá mudar e dar os créditos.

E já agora em embora baseada na receita também fiz algumas alterações, em relação a quantidade, fiz receita e meia, (mas usei somente as 350gr de açúcar),. usei 1 forma de 1,5l e cozi no forno a 180º em banho-maria por 60 minutos. Isto porque a forma não cabia na varoma.





Caramelo líquido
200 gr. açúcar
Gotas limão
3 c. sopa sumo laranja

Pudim
6 ovos
350 gr. açúcar
300 gr. sumo laranja natural (cerca de 3 laranjas)

Preparação:
Comece por fazer o caramelo, coloque o açúcar numa frigideira com uns pingos de sumo de limão. Quando já tiver derretido, para que não endureça, deite-lhe o sumo de laranja e mexa (tenha cuidado com os salpicos de açúcar a ferver quando deita o sumo).

Barre uma forma de alumínio com capacidade para 1 litro com o caramelo. Reserve.

No copo limpo, coloque a borboleta, os ovos, o açúcar e bata 6 min., vel.3.
Programe 3 min., vel.3, deite através do bocal o sumo de laranja. Retire e deite na forma caramelizada. Coloque-a na Varoma e reserve.

Com o copo limpo, coloque 1000 gr. de água, a Varoma e programe 50 min., temp. Varoma, vel.1. Retire e deixe arrefecer.

Ou caso prefira leve ao forno em banho maria a 180º por 60 minutos, ou faça o teste do palito que nunca falha.
Desenforme a frio, para o fazer com mais facilidade, antes aqueça ligeiramente a forma em água quente.


Fontes poderá ver aqui:

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Ementa semanal 07 de Janeiro a 15 de Janeiro.

Olá 2018,

Olá Janeiro,

Olá maltinha que me segue…. Sim eu sei que têm pedido as ementas semanais, mas o ano passado não fazia sentido para mim, estava mais por casa do que fora de casa, mas este ano juntei esta vida dupla de Agente Bimby e Agente Remax… e ui… tempo… tempo… que voa que é um instante, por isso voltamos as ementas semanais e a organização.





Espero que de jeito tanto a vos como me da a mim.
Quanto alimentação Paleo, claro que continuo a fazer, e tento implementar cá em casa também, mas com os miudos mais velhos não consigo sempre, e a verdade é que como na escola também não consigo controlar os almoços, cá em casa vou tentando, mas cedendo.
Quanto a mim quando o acompanhamento é massa ou arroz, faço legumes salteados ou salada, a proteina como a mesma, ou então uns ovos mexidos com presunto ou uma sopa e esta feito.
Redom aqui em casa são restos de ontem, regra geral os miúdos almoçam na escola e o que sobra do jantar serve para eu e o meu marido levarmos para o almoço.

O ficheiro da Ementa esta aqui neste post, basta clicar, baixar para o vosso pc e usar como quiserem.



Receitas
Sopas são XXL
Caldo de coentros:
Creme de cenoura:

Pratos principais:
Perú com natas:
Pescada com molho de tomate:

Carne de porco á Alentejana:


Arroz de atum:

Costeletas de porco com arroz branco:

Bacalhau a brás:

Caril de camarão:

Rissóis de leitão

Rissóis de leitão.

Já tinha comido em alguns sítios, mas nunca tinha feito em casa, afinal comprar leitão para fazer rissóis parece-me um bocado descabido, e caro.
Mas como do almoço do dia de natal sobrou, decidi aproveitar e fazer uns rissóis.
Também queria experimentar uma nova massa de rissóis, feita com leite, algo que nunca tinha experimentado, mas que a minha prima Andreia diz que faz e que ficam ainda melhores, então foi desta que fiz, e sim a massa fica mais leve e muitos saborosos.





Ingredientes:
Massa (para esta quantidade de recheio fiz a massa 4 vezes, uma de cada vez, para a farinha ficar bem cozinhada), e a massa estica melhor morninha.
Rendeu 44 unidades, vai depender do tamanho que os faça, eu fiz grandes, como os que vimos a venda, não ficaram muito uniformes em relação ao tamanho, mas também com os miúdos doentes foi o que se conseguiu.

250 g farinha
150 g água
170gr de leite
30 g margarina
30gr de azeite
1colher de café de sal

Recheio:
600g de sobras de leitão
350gr de água
25 g maizena
30gr de molho de leitão (caso não tenha use uma colher de chá de pimenta preta e 1 colher de café de sal, para misturar na água)
200g de cebola
30gr de azeite
3 dente de alho
4 ovos, p/ panar
pão ralado, q.b. p/ panar
óleo, q.b. p/ fritar

Atenção faça a massa depois do recheio estar frio, a massa estica-se muito bem quente/morna, depois de fria torna o processo mais demorado. Por isso faça uma massa e depois quando estiver a acabar faça outra.

Preparação massa:
Coloque um recipiente sobre a tampa da Bimby, pese a farinha e reserve.
Coloque no copo a água, o leite a margarina, o azeite e o sal e aqueça 5 min/100°C/vel 1.
Adicione a farinha de uma só vez e programe 20 seg/vel 4. Retire, reserve e deixe arrefecer uns minutos.

Recheio:
Coloque 300gr de leitão sem pele e sem osso na bimby e desfie 4seg/vel4, faça o mesmo para o restante. Reserve.

Coloque no copo a cebola e o alho e pique 5seg/vel5, junte o azeite e refogue 5min/100º/vel1, junte os restantes ingredientes e programe 5min/100º/vel2.
Retire e envolva na carne, deixe arrefecer.

Numa superfície polvilhada com farinha e com ajuda de um rolo, estenda a massa, recheie com o recheio e feche. Envolva os rissóis em ovo batido, e passe-os no pão ralado. Frite em óleo abundante.

Ou congele.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Perú com natas e alho francês à preguiçosa – aproveitamentos XXXL

Perú com natas e alho francês à preguiçosa – aproveitamentos XXXL

Aqui do peru do natal sobrou imenso, principalmente da parte do peito que é mais seco, e a culpa de sobrar tanto foi do leitão que apareceu quentinho e de pele a estalar.
E eu não me chateei nada quer tivesse sobrado, assim transformei e congelei e esta pronto para ir ao forno nos dias que tiver menos tempo.
Porque à preguiçosa preguntam vocês?
Porque eu costumo sempre fritar batatas aos cubinhos para fazer bacalhau/frango com natas, mas hoje com os 3 miúdos doentes, com febre, faringites e otites, era para esquecer, não tinha tempo. Então usei mesmo batata palha.
Aproveitei também as sobras de pão para fazer pão ralado e colocar sobre o perú com natas.



25 doses
Ingredientes:
1,200 kg de batata palha de compra
2kg  de restos de peru
600gr de cebola
6 dentes de alho
1000gr de alho francês as rodelas comprei congelado e deixei descongelar antes de usar
120gr de azeite
Sal q.b
2lt de natas (ui… tanta nata… som estamos a falar de uma receita XL com batatas palha que absorvem imenso e não queremos um peru com natas seco, mas sim cremoso).
5 bolinhas de pão ou sobras, e 1 ramiho de salsa ou coentros.
Bechamel ingredientes:
1500g de leite
50gr de margarina
150g de farinha de trigo 55
Sal, pimenta e noz-moscada a gosto

Comesse por fazer o pão ralado
Coloque no copo o pão e os coentros ou salsa e pique 15seg/vel10. Retire e reserve.
Desfie o peru, coloque 500g de cada vez e coloque 7seg/vel 4 colher inversa, retire para um recipiente grande, e faça o mesmo até acabar o peru.
Coloque no copo a cebola, os dentes de alho e metade do azeite e pique 5seg/vel5, refogue 7min/100/vel. Colher inversa. Verta para o peru.
Coloque o alho francês e o restante azeite e refogue 15min/100º/vel 1 colher inversa. Retire e junte ao peru.
Junte as batatas e mexa.
Coloque todos os ingredientes para o bechamel no copo e programe 10min/90º/vel4.
Junte ao preparado, junte as natas, envolva bem, retifique os temperos.
Divida por tabuleiros, polvilhe com o pão ralado e leve ao forno a 180º por 20 minutos ou até tostar, se for consumir, ou congele antes de ir ao forno para comer em outro dia.

Sirva com salada.

Caso não tenha restos e queira fazer de início aqui tem a receita: